Vença o cansaço e continue estudando após o trabalho!

    Nós sabemos: não é fácil conciliar trabalho e estudo. Depois de um dia exigente, o cansaço bate e fica complicado encarar os livros ou fazer atividades.

    No entanto, esse adiamento dos compromissos acadêmicos pode resultar em um acúmulo de trabalhos, assuntos para estudar e até na queda do desempenho.

    Quer saber como evitar essa situação e espantar a fadiga depois de longas horas no trabalho? Confira as nossas dicas!

    Antes de tudo, organize-se

    Imagina chegar em casa, ao fim do dia, e ter tanta coisa para fazer que você fica perdido(a)? Ou, pior, não saber ao certo o que é preciso fazer.

    A desorganização da rotina contribui para que deixemos o cansaço levar a melhor e a disposição vá ladeira abaixo.

    A melhor forma de evitar que isso aconteça é fazendo um cronograma o mais fiel possível das suas semanas. Inclua o horário de todos os compromissos, atividades, deslocamentos e separe a hora de estudar.CTA-Blog_UNIS_Planejamento de estudos_1Para render mais, construa um plano de estudos com esses blocos de tempo. Com o trabalho, você provavelmente não tem tanta disponibilidade de horários. Então, é fundamental otimizar o período disponível.

    O plano deve ser realista e ajustado de acordo com as suas necessidades para determinadas épocas. Por exemplo, na fase das provas, dedique mais tempo às disciplinas em que tem maior dificuldade e invista em testes práticos.

    Mantenha-se ativo e faça exercícios físicos

    Já ouviu falar que “corpo são, mente sã”? A atividade física é comprovadamente eficaz para quem quer manter a forma, mas também para quem precisa ter mais entusiasmo e disposição.

    A prática de 15 a 30 minutos de exercícios algumas vezes por semana é suficiente para liberar quantidades desejáveis de endorfina. O hormônio é responsável pela sensação de bem-estar que faz com que tenhamos mais vontade de cumprir com a lista de afazeres diários, incluindo estudar.

    Descubra qual atividade alinha melhor com o seu perfil e faça com que esse seja um momento prazeroso. Não é preciso partir para levantamento de pesos ou crossfit. Muitas vezes, uma caminhada já é o bastante. 

    Alimente-se bem

    A alimentação é fundamental para que qualquer pessoa consiga efetuar as suas tarefas de forma adequada. Estudar é uma atividade exigente e, para que a concentração exista, as necessidades básicas devem ser atendidas.

    É importante lembrar que a intenção não é comer tudo o que vê pela frente e depois ter a certeza que o rendimento na hora do estudo vai ser bom. Na verdade, dependendo do que se comeu, o resultado pode ser justamente o contrário.

    Opte por refeições equilibradas, em intervalos regulares. É essa ingestão de nutrientes e calorias adequadas que aumentarão a oxigenação do cérebro e o deixarão desperto para o aprendizado.

    Antes de iniciar o seu período de estudos diário, faça uma refeição ou lanche leve. Evite gorduras, açúcar, bebidas com gás e tudo aquilo que torne a digestão mais lenta. 

    Tome um banho antes de começar

    Nunca duvide do poder revigorante de um banho! Após uma jornada de trabalho, nada melhor do que chegar em casa e partir para o chuveiro. A diferença no estado de espírito é notável.

    Por isso, essa é uma atitude extremamente recomendada se o objetivo é render na hora de estudar. Opte, se for possível, por usar a água um pouco mais fria. A água quente induz o relaxamento e pode te deixar um pouco mais sonolento(a).

    Estude em um local adequado e sem distrações

    Agora que você já cuidou do corpo para favorecer o momento do estudo, está na hora de encontrar um ambiente adequado. 

    Evite sofás, camas e outros lugares demasiado confortáveis. Para quem já está cansado, esse é um verdadeiro convite para cair no sono ou perder rapidamente a concentração.

    Prefira um lugar onde não seja interrompido(a) o tempo todo e que tenha uma boa iluminação.

    Além disso, lembre-se de desligar as televisões, rádios e outros dispositivos que possam roubar a atenção. A mesma recomendação vale para o smartphone, que, preferencialmente, deve ser mantido com as notificações desligadas.

    Se o seu curso é EaD, onde o uso do computador é mandatório quase sempre, sabemos que o risco de distração é maior. Por isso, pode utilizar a tecnologia a seu favor. Extensões como a Block and Focus, que bloqueiam o acesso a determinados sites durante um período de tempo.

    Faça pausas durante o estudo

    Um dos grandes problemas para quem estuda e trabalha é o cansaço mental, além do físico. Depois de um certo horário, pode ser difícil compreender e assimilar novas informações. Esse é um sinal claro de que o cérebro precisa de descanso.

    Para evitar que isso aconteça e que faça reduzir o seu rendimento, programe pausas durante o seu horário de estudo. Você pode utilizar a técnica Pomodoro, que prevê um intervalo de 5 minutos a cada 25 de atividade concentrada.

    O mais importante é que as pausas, suficientes para ir ao banheiro, alongar-se ou dar uma olhada no celular, sejam cronometradas e respeitadas.

    Preserve o seu sono noturno

    E, por fim, é fundamental não comprometer as suas horas de descanso à noite. É nesse momento do dia que o cérebro continua a trabalhar na assimilação de tudo o que foi aprendido e estudado.

    Além disso, dormir pouco vai invariavelmente resultar em sono excessivo, seja no trabalho ou quando sentar à frente dos seus apontamentos para estudar.

    O cenário pode parecer estressante, mas isso não significa que você precisará abrir mão do emprego ou da faculdade. 

    Com disciplina, foco e organização, dá para levar ambos de uma forma tranquila. Acredite!

    Veja como trabalhar e estudar sem sofrer!

    Nível de ensino

    Posts Recentes

    Posts por Tópico

    Veja Todos!
    c86dde3c-4f11-40fd-868c-33c22ea31281-hs_file_upload-Banner-Pós
    c86dde3c-4f11-40fd-868c-33c22ea31281-hs_file_upload-Banner-Vestibular

    Assine para receber atualizações no email!

    Manual do aluno Unis-optimized