Encontrar a graduação certa é uma das descobertas mais importantes na vida de qualquer estudante. E enquanto alguns têm certeza do que querem seguir desde cedo, outros precisam de um tempo a mais para avaliar opções e fazer uma escolha.

Se você faz parte do grupo dos indecisos, não precisa se preocupar. Afinal, com um pouco de pesquisa e informação de qualidade, já consegue compreender diferentes áreas do mercado para definir qual se encaixa no seu perfil e objetivos.

Neste post, vamos sanar as dúvidas de quem considera a possibilidade de cursar uma faculdade de Ciências Contábeis. Será que é a carreira certa para você também? Acompanhe as informações e descubra!

Saiba o que você vai aprender na faculdade de Ciências Contábeis

Tem habilidade com os números, gosta de fazer contas e está sempre com a calculadora na mão? Pois saiba que essas são algumas habilidades importantes no curso de Ciências Contábeis, que dialoga com áreas da Economia, Estatística, Direito, Administração e com campos mais teóricos, como Psicologia e Filosofia.

A graduação é de modalidade bacharelado e costuma ter duração de quatro anos, ou seja, oito semestres. A realização pode ser feita de forma presencial ou a distância, de acordo com as normas de cada instituição. Independentemente da escolha, vale conferir se o curso é reconhecido e certificado pelo Ministério da Educação (MEC).

Grade básica

Nas primeiras fases do curso, o estudante tem contato com conceitos gerais da Matemática, Ciências Sociais e Teorias da Administração. Após essa introdução básica, passa a estudar conteúdos específicos da prática profissional, como Contabilidade Tributária, Orçamento Público, Perícia, Custos, Controladoria, Arbitragem e Administração Financeira.

Algumas faculdades, além de apresentarem carga horária extensa em disciplinas da área de exatas, também têm um viés mais humano. Sendo assim, abordam conteúdos de Filosofia e Ética e de Psicologia e Sociologia. As matérias e a ênfase sempre variam um curso para outro, portanto, cabe ao estudante analisar a grade curricular de cada instituição.

Primeiro ano

Após decidir qual faculdade escolher, todo estudante quer saber o que vai aprender em cada período. Na graduação em Ciências Contábeis, tudo começa com disciplinas introdutórias, como:

  • matemática financeira;

  • administração;

  • economia;

  • contabilidade básica;

  • contabilidade intermediária;

  • legislação empresarial;

  • legislação tributária;

  • filosofia e ética profissional;

  • noções de direito;

  • filosofia.

Segundo ano

Depois de um ano os estudos já começam a ficar mais específicos. Com uma boa base estabelecida, o estudante passa a conferir as seguintes disciplinas:

  • contabilidade de custos;

  • contabilidade pública;

  • contabilidade societária;

  • estatística;

  • comunicação e expressão;

  • economia brasileira;

  • gestão empreendedora;

  • pesquisa operacional.

Terceiro ano

É nesse momento que os cursos costumam cobrar os estágios supervisionados. Nessa etapa, matérias cada vez mais avançadas permitem que o aluno adquira noções de atuária e de sistemas contábeis. Algumas delas são:

  • análise das demonstrações contábeis;

  • contabilidade avançada:

  • ciências sociais aplicadas;

  • controladoria;

  • sistemas de informação contábil;

  • gestão de custos e formação de preços;

  • gestão da inovação e criatividade;

  • teoria da contabilidade;

  • contabilidade ambiental.

Quarto ano

É marcado pelos Trabalhos de Conclusão de Curso, gestão de projetos e por disciplinas relacionadas à auditoria, perícia e pesquisa acadêmica:

  • auditoria contábil;

  • perícia contábil;

  • perícia, avaliação e arbitragem;

  • ética e sociedade;

  • noções de atividades atuariais;

  • finanças corporativas;

  • legislação aduaneira;

  • tópicos integradores;

  • contabilidade e planejamento tributário;

  • legislação trabalhista e previdenciária;

  • simulação gerencial.

Aulas práticas

Algumas faculdades de Ciências Contábeis proporcionam uma vivência mais prática das rotinas operacionais. Por meio dessas atividades, as turmas conseguem ter noção de como é o dia a dia profissional dentro dos escritórios de contabilidade e nas empresas de pequeno e grande porte.

Espaços de laboratório e escritórios simulados ganham destaque nesse tipo de graduação. Os laboratórios têm por objetivo atender as diretrizes curriculares e possibilitar atividades práticas da formação. Dentro deles, os estudantes executam rotinas de operacionalização dos Sistemas de Informação Contábeis, como:

  • cadastros e consultas;

  • organização e controle das informações;

  • práticas de escritura contábil;

  • análise e conciliação de contas;

  • plano de contas, diário, razão e balancetes;

  • fila de pagamento, financeiro, compras, estoques;

  • demonstrações contábeis.

Os escritórios, por outro lado, são ambientes que simulam o ambiente de trabalho do profissional. Muitos contam com estrutura completa, formada por conjuntos de mesas, cadeiras, armários, computadores e impressoras. É no local que os estudantes realizam projetos específicos, como Declaração de Imposto de Renda de Pessoas Físicas.

Custos para cursar

O valor da mensalidade de um curso de Ciências Contábeis varia de uma instituição para outra, podendo ficar entre R$ 300,00 e R$ 1.700,00. Além dos custos com a graduação, o estudante deve considerar as despesas geradas durante o período de estudo.

Quem precisa mudar de cidade deve contabilizar gastos com moradia, transporte e alimentação. Já na faculdade, é preciso investir em materiais que serão utilizados em sala de aula, como livros e calculadora financeira. Algumas instituições contam com biblioteca e equipamentos próprios para uso das turmas.

Entenda o perfil do estudante de Ciências Contábeis

Apesar de toda área ter um perfil profissional ideal, saiba que muitas das habilidades desejadas podem ser adquiridas ao longo do curso escolhido. Como qualquer jovem, o estudante das Ciências Contábeis deve se preparar para atuar em um mercado cada vez mais influenciado por uma cultura globalizada e exigente.

Saber argumentar e produzir novas ideias, ter visão sistêmica, gostar de finanças e de trabalhar com informática são só algumas das competências esperadas do aluno e do futuro profissional contábil. Veja abaixo as mais valorizadas:

Organização

O trabalho de um contador ou contabilista requer muita organização para que todos os processos sejam executados com maestria. Nesse sentido, é importante que o estudante se familiarize com uma rotina regrada e saiba tirar bom proveito de seu tempo.

Cabe destacar que a organização não deve se limitar apenas aos documentos e planilhas. Para focar a atenção em atividades mais complexas, é preciso que o aluno e profissional também mantenham a mesa e o ambiente de trabalho impecáveis.

Responsabilidade e ética

O exercício da profissão contábil se sustenta na postura ética inquestionável de seus profissionais. É por isso que quem opta pela carreira deve saber manter sigilo, ter honra, competência e segurança para trabalhar com informações de maneira confiável.

Não é à toa que a profissão é regulada pelo seu próprio código de ética. Independentemente disso, cabe ao estudante e futuro profissional manter uma conduta idônea em todas as suas atividades e buscar sempre atuar de maneira correta.

Boa comunicação

Por muito tempo, o contador foi visto como uma pessoa que trabalha de forma isolada e que está sempre mergulhada em pilhas de papéis, arquivos e planilhas. Felizmente, essa impressão não existe mais e a rotina profissional de hoje é totalmente diferente.

Embora trabalhe com números e processos complexos, o contador precisa ser capaz de se comunicar com outros profissionais. Sem essa ponte, é praticamente impossível estabelecer uma relação de confiança com empresas, administradores, equipes de vendas, fornecedores e possíveis parceiros.

Habilidade com números

Essa competência é bem óbvia, afinal, não dá para imaginar um contador trabalhando sem entender o básico de finanças e de cálculos. O que talvez não fique óbvio é o fato de que o estudante de Ciências Contábeis não precisa ser o melhor aluno em matemática.

Antes de tudo, é importante gostar de trabalhar com números e ter disposição para aprender os conteúdos mais difíceis. Unindo essas características, qualquer estudante é capaz de obter resultados e se tornar um profissional bem-sucedido na área.

Capacitação constante

O profissional contábil deve se manter atualizado se quiser ter acesso às melhores vagas de emprego e construir um plano de carreira seguro. Em um mercado altamente competitivo, quem fica parado sempre corre o risco de perder ótimas oportunidades.

Uma boa maneira de se destacar ainda na faculdade é participar de seminários, cursos e congressos na área de Ciências Contábeis. O recém-formado pode, ainda, investir em MBAs, pós-graduação e especializações para obter experiência e incrementar o currículo profissional. Veja algumas opções abaixo:

  • MBA em Gestão Financeira;

  • MBA em Gestão Contábil;

  • MBA em Gestão da Contabilidade e Finanças Empresariais;

  • MBA em Finanças Corporativas;

  • MBA em Finanças de Mercado.

Conheça as áreas de atuação do profissional contábil

O profissional das Ciências Contábeis atua na prática de escrituração contábil e exerce funções na área financeira, econômica e patrimonial de uma empresa. A graduação em modalidade de bacharelado oferece a base necessária para trabalhar em diversos âmbitos e locais. A seguir, você confere as áreas de maior destaque:

Auditoria

Fazer emissão de pareceres sobre demonstrações financeiras, controles internos e gestão. Nesse caso, o profissional tem a possibilidade de atuar como Auditor Interno ou Independente.

Atuarial

Desenvolver planos de seguro e de previdência, avaliando riscos, calculando probabilidades de eventos, fixando prêmios, indenizações, benefícios e reservas técnicas. No mercado econômico-financeiro, o profissional pode promover pesquisas e estabelecer políticas de investimento e amortização.

Fiscal

Atuar na fiscalização de rendas da União, Estados e Municípios. O profissional contábil é o único com poderes legais para assumir função de Agente ou Auditor Fiscal quando a base da fiscalização forem relatórios de processamentos eletrônicos de suporte à contabilidade, livros diário e razão e demonstrações contábeis, como balancetes de verificação, balanço patrimonial e outros demonstrativos auxiliares.

Assessoria

Prestar serviços de assessoria contábil, fiscal e pessoal para pessoas e empresas que precisam cumprir as demandas do Fisco ou, ainda, potencializar as tomadas de decisão.

Consultoria

Trabalhar de forma autônoma, prestando consultoria aos três setores da sociedade — iniciativa privada, governos e ONGs — e nas mais diversas áreas, como fiscal, previdenciária, trabalhista, marketing, processamento de dados, entre outras.

Controladoria e gestão de empresas

Exercer as atividades contábeis de uma empresa e fornecer informações aos tomadores de decisão. Nessa função, o profissional fica responsável pela administração de finanças, custos e fluxo de caixa.

Cargos administrativos

Dentro de empresas, o profissional contábil pode assumir funções de chefia, diretoria, gerência e cargos executivos.

Perícia contábil

Trabalhar na apuração de haveres, impugnações fiscais, lucros cessantes e na avaliação de patrimônio líquido. O profissional da perícia contábil pode atuar como Perito Judicial ou Extrajudicial.

Gestão pública

Atuar em áreas de planejamento, finanças, administração e contabilidade pública. Para isso, precisa conhecer as leis e normas específicas do setor público, entender de plano de contas e saber administrar a agenda de obrigações legais e fiscais.

Ensino e Pesquisa

O profissional contábil pode, ainda, atuar como professor universitário. Para isso, precisa ter minimamente um curso de especialização após a graduação. Ainda dentro da universidade, é possível exercer as seguintes funções:

  • escritor: escrever artigos para revistas, boletins, livros didáticos, jornais e blogs;

  • pesquisador: o campo de investigação científica na Contabilidade ainda é pouco explorado, mas pode ser uma oportunidade para quem quer desenvolver pesquisas contábeis na universidade;

  • palestrante: conduzir palestras, participar de Congressos em empresas e escolas, disseminar conhecimentos de suas pesquisas;

  • parecerista: dar pareceres sobre situações empresariais, no âmbito judicial ou na área de negócios.

Fique por dentro das melhores oportunidades do mercado

O mercado de trabalho para contadores está bastante aquecido e com um índice de empregabilidade alto. Embora a faculdade de Ciências Contábeis seja oferecida por mais de mil universidades do país, ainda faltam profissionais capacitados para atender toda a demanda. As áreas com maior carência de pessoas qualificadas são auditoria, análise financeira, controladoria e finanças corporativas.

Nos últimos anos, ótimas oportunidades também têm surgido para aqueles que pensam em abrir o próprio negócio. Nesse tipo de atuação, ganham destaque as assessorias para abertura de pequenas e microempresas. Isso porque, de acordo com a lei, cada novo empreendimento deve contratar os serviços de um contador.

Requisitos para se tornar contador

Diversos cargos das Ciências Contábeis estão dentro da lista de profissões em alta no mercado. Porém, quem pretende cursar a faculdade para atuar como contador precisa prestar o Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), a fim de obter o registro profissional. A prova é de alto nível e apresenta dificuldade semelhante ao Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Passos para abertura de escritório

O mercado de Ciências Contábeis é promissor para os profissionais com alma de empreendedor. Como a abertura de qualquer negócio, montar um escritório é um processo que exige cuidado com algumas etapas. Veja quais são:

  • planejamento: é o momento inicial, necessário para definir os objetivos do negócio. O profissional deve pensar nos serviços que serão prestados e analisar o mercado para entender se a demanda é suficiente;

  • localização: é importante escolher um ponto bem localizado, mesmo que o escritório não precise de muita visibilidade física. Áreas próximas dos principais centros comerciais e de edifícios importantes ajudam a atrair clientes e potenciais clientes;

  • estrutura: deve ser pensada de acordo com o tamanho da equipe de trabalho. Podem ser incluídos espaços para armazenamento de arquivos, salas de reuniões, recepção e salas para execução de serviços nas áreas contábil, fiscal e trabalhista;

  • equipe de trabalho: mesmo que o profissional comece trabalhando sozinho, é importante pensar na possibilidade de contratar funcionários ou de fazer parcerias no futuro;

  • divulgação e marketing: a divulgação do escritório deve entrar no planejamento. Nesse trabalho, é preciso utilizar meios e estratégias que estejam de acordo com o código de ética contábil;

  • organização do processo de produção: essa etapa deve ser dedicada à criação de rotinas para a execução de cada atividade. Essa rotina deve assegurar que o escritório cumpra todas as obrigações fiscais, contábeis e trabalhistas.

Salário médio do profissional contábil

O salário médio de um profissional recém-formado varia entre R$ 3.000,00 e R$ 4.000,00. Dentro de grandes empresas, pode chegar a um ganho mensal de R$ 6.500,00 a R$ 8.500,00. No auge da carreira — que costuma ser alcançado em 15 anos de atividade —, a média salarial pode evoluir para R$ 10.000,00.

Saiba quais são os diferencias necessários para se destacar

As regras contábeis estão sempre mudando e, por esse motivo, exigem que os estudantes da área se atualizem constantemente. Tanto os profissionais recém-formados quanto os contadores mais experientes precisam reciclar conhecimentos técnicos com frequência, a fim de contornar novas situações e desafios.

Cursos de curta duração e eventos na área de Ciências Contábeis são importantíssimos para elevar o conhecimento do profissional e garantir destaque no mercado. Se você pretende investir na carreira, não pode deixar de buscar diferenciais que facilitem o caminho na profissão. Veja abaixo quais são eles:

Capacitações ofertadas pelas Entidades de Classe

Os Conselhos Regionais de Contabilidade, em conjunto com o Conselho Federal de Contabilidade, disponibilizam cursos e seminários que atendem ao Programa de Educação Continuada da entidade. O profissional pode optar por diversos módulos, como Cálculo do Simples Nacional e Declaração e, ainda, Retenção na Fonte de INSS — Pessoas Físicas e Jurídicas.

Esses eventos fomentados pelos órgãos regionais são interessantes porque abrangem temas atuais e que, muitas vezes, ainda nem chegaram aos bancos da maioria das universidades. Entre os temas abordados, destacam-se Atualizações na legislação trabalhista e previdenciária e Planejamento sucessório e patrimonial.

Cursos de atendimento e negociação

Lidar com os mais variados perfis de clientes é um dos grandes desafios do profissional contábil. Muitas vezes, é preciso paciência e jogo de cintura para atender às expectativas dos públicos mais difíceis. Para aqueles que encontram dificuldade nesses momentos, uma boa notícia: existem técnicas específicas que ajudam a encarar as questões diárias de maneira leve e menos profissional.

Se procurar no mercado, você poderá encontrar cursos com o tema Negociação para contadores. Outros podem ter foco no atendimento ao cliente, e trabalharem aspectos técnicos e comportamentais que ajudem o profissional a atingir a satisfação do público.

Línguas estrangeiras

Elevar os níveis em línguas estrangeiras é outra maneira eficiente de obter diferenciais e se destacar no mercado. O ideal é priorizar o inglês e espanhol, dois idiomas bastante utilizados nas principais empresas multinacionais e que podem abrir portas para ótimas oportunidades de emprego.

Na área contábil, a capacitação em outro idioma possibilita ao profissional estudar assuntos mais variados e, ainda, acompanhar o que acontece pelo mundo. Existem diversos cursos de inglês e espanhol no mercado e, inclusive, aulas específicas para contadores. Com tantas opções, não há motivos para deixar outras línguas para trás.

Treinamento de liderança

Um escritório de contabilidade é como qualquer outra empresa e, portanto, precisa de um líder que conduza a equipe e dê autonomia para que cada colaborador se desenvolva. A figura de liderança se faz necessária principalmente nos momentos críticos, já que mantém o grupo unido e evita que o nível de rendimento caia.

Para quem pretende seguir carreira como autônomo, os cursos destinados a empreendedores são essenciais. Eles baseiam as aulas em vivências práticas para que possam melhorar o desempenho de cada profissional e, consequentemente, da empresa. Além de mais segurança para a tomada de decisões, esses aprendizados ajudam o contador a visualizar novas oportunidades de negócio.

Gestão de Recursos Humanos

Um bom profissional contábil deve estar sempre atento às questões trabalhistas para poder orientar os seus clientes. Sem esse preparo técnico, ele corre o risco de expor a clientela a multas e penalidades legais que poderiam ser evitadas.

Alguns cursos tratam especificamente sobre a Gestão de Recursos Humanos, apresentando os dispositivos legais que regulamentam as relações de trabalho e também os tipos de trabalhadores e formas de contratação.

Outros abordam a legislação trabalhista de maneira aprofundada para quem já tem experiência na área. Para ter certeza da qualidade do conteúdo, o profissional deve sempre priorizar cursos oferecidos por instituições renomadas.

Tecnologia

A tecnologia veio para facilitar a rotina de diversos profissionais. Sendo assim, os contadores também podem se beneficiar com soluções específicas para o seu campo de trabalho. Muitos escritórios, por exemplo, utilizam planilhas para cadastrar clientes, acompanhar informações importantes e controlar o fluxo de caixa.

Pensando na importância de integrar todos esses processos, os futuros contadores devem investir em ferramentas que ajudem a gerir cada etapa executada no escritório. As soluções vão desde planilhas digitais até softwares e aplicativos próprios para a otimização de atividades.

Em um mercado que se desenvolve rapidamente, o profissional contábil não pode se dar ao luxo de parar no tempo. Deve considerar que dedicação e olhar atento às principais mudanças podem fazer toda a diferença no futuro da carreira.

E você, acha que a faculdade de Ciências Contábeis tem tudo para ser sua primeira opção? Se a resposta for positiva, não deixe de pesquisar muito para escolher a universidade certa e conquistar o sonhado diploma!

Para mais dicas sobre carreira e mercado de trabalho, assine a nossa newsletter. Assim, você garante acesso aos próximos conteúdos do nosso blog!