O que é biomedicina? Entenda mais sobre a carreira!

A área de saúde é, sem dúvidas, uma das possibilidades de carreira mais fascinantes, não é mesmo? Você já pensou em dedicar sua vida à pesquisa de doenças e à descoberta e desenvolvimento de curas para os males que atingem os seres humanos? Pois essa missão importantíssima é o objetivo dos biomédicos!

Antes de decidir se esse é o caminho para você em sua vida acadêmica e profissional, é preciso entender melhor o que é biomedicina, no que consiste o curso e quais são as perspectivas de carreiras e áreas de atuação. Dessa maneira, você terá a base necessária para avaliar se essa nobre profissão é a melhor escolha para você.

E então, pronto para entender melhor o que é biomedicina? Continue a leitura e fique de olho no que temos a dizer sobre essa incrível carreira!

Qual o perfil do aluno de biomedicina?

Assim como outras áreas de saúde, a biomedicina exige muita dedicação, estudo, leitura e pesquisa. Portanto, o aluno desse curso deve ser paciente, curioso, minucioso e inteligente, além de disposto a dedicar muito do seu tempo ao estudo.

Em termos de interesse, ao longo do curso, sua curiosidade e aptidões naturais vão lhe guiando rumo às diversas possibilidades de atuação, que destacaremos mais abaixo.

Por enquanto, vale entender que o amplo leque de caminhos faz com que todos os estudantes de biomedicina sejam capazes de encontrar aquele no qual melhor se encaixam. O importante é não esquecer a dedicação e a sede pelo conhecimento!

O que você verá no curso?

Como acabamos de falar, a leitura e a pesquisa acadêmicas serão intensas durante seus quatro anos de curso. As atividades em laboratório são constantes, tornando-se mais intensas ao longo dos semestres. Durante o curso todo, porém, a pesquisa, os trabalhos teóricos também são importantes e estarão sempre presentes.

Dentre as áreas que você vai estudar no curso de biomedicina, destacam-se:

  • anatomia;

  • bacteriologia;

  • biofísica;

  • bioquímica;

  • biossegurança;

  • epidemiologia e saúde ambiental;

  • ética e legislação biomédica;

  • genética;

  • imunologia;

  • microbiologia.

Entre outras. O alcance da biomedicina é grande, sendo composto por diversos campos de conhecimento que trazem impactos gigantescos à saúde e ao desenvolvimento humano. Portanto, durante o curso, você vai estudar assuntos complexos e ficar por dentro das impressionantes inovações da biomedicina.

Além disso, os estágios supervisionados colocarão você dentro da realidade da profissão, dando-lhe a chance de pôr em prática os conhecimentos que adquiriu até então. Quando chegar a esse ponto, você já terá uma base considerável e uma boa experiência a partir das aulas práticas, portanto, estará preparado para o desafio.

As perspectivas de carreira

Conforme a tecnologia e a ciência avançam, a biomedicina dá saltos cada vez maiores. O setor, assim, passa a fazer descobertas e a encontrar resultados que antes poderiam parecer até mesmo impossíveis ou, pelo menos, muito pouco prováveis.

Nesse contexto, a biomedicina é uma área de atuação promissora e com perspectivas de carreira variadas e em constante crescimento.

Especialmente nos últimos anos, as pesquisas de tratamento genético com células-tronco, o avanço dos tratamentos de fertilidade, a pesquisa mais aprofundada sobre certas doenças e subsequente desenvolvimento de curas e, por fim, a criação e aprimoramento de vacinas são apenas algumas das tendências que fazem com que a biomedicina seja uma carreira cada vez mais popular em nosso país.

De acordo com uma pesquisa realizada pela DataFolha em 2015, o salário inicial de um biomédico pode variar entre R$ 3.940 e R$ 8.688,00, de acordo com sua área de atuação. Nada mal, não é mesmo? Veja alguns dos principais caminhos do setor:

  • análise ambiental;

  • análises bromatológicas (de alimentos);

  • análises clínicas;

  • biologia molecular;

  • citologia (estudo das células);

  • diagnóstico por imagem;

  • carreira acadêmica através de docência e/ou pesquisa;

  • embriologia;

  • farmacologia;

  • genética;

  • histologia (estudo dos tecidos que formam animais e plantas);

  • imunologia;

  • microbiologia;

  • parasitologia;

  • patologia;

  • psicobiologia (estudo das relações entre sistema nervoso e comportamento);

  • sanitarista (atua em órgãos de vigilância sanitária);

  • toxicologia.

E muito mais! Viu só? Durante a faculdade de biomedicina, você ficará por dentro dessas e de diversas outras áreas de atuação. Após seus estágios e depois da formatura, você certamente encontrará o ramo que mais lhe satisfaça pessoal e profissionalmente.

Qual as diferenças entre a biomedicina e para campos próximos?

Muitas pessoas têm uma ideia errônea de que quem estuda qualquer outra área da saúde queria, na verdade, ser médico. Ledo engano! Apenas quem não entende a complexidade das ciências da saúde teria esse tipo de pensamento, pois cada uma dessas carreiras possui seus objetivos, peculiaridades e importâncias.

A biomedicina, como já falamos, se dedica às doenças que afligem a saúde e a vida das pessoas. Como já vimos, isso aborda diversas áreas que se dedicam a, por exemplo, aprimorar e desenvolver remédios e vacinas, estudar microrganismos, analisar tecidos, estudar o DNA humano, descobrir curas etc.

Sendo assim, a biomedicina caminha lado a lado com a medicina, com as duas carreiras complementam-se e contribuindo para a evolução uma da outra.

Enquanto o biomédico atua, principalmente, em laboratório, os médicos trabalham em clínicas ou hospitais e, a partir do diagnóstico e análise de sintomas, buscam curar doenças, aplicar tratamentos e restaurar a saúde dos pacientes.

Um pouco mais semelhante, entretanto, é a farmácia. Afinal, ambos os profissionais podem trabalhar em laboratórios, pesquisar novos medicamentos, analisar reações químicas e atuar na indústria cosmética ou de alimentos.

O que diferencia as profissões, então? O principal ponto é a natureza distinta de cada atividade. O farmacêutico trabalha baseado na química, sendo capaz de, por exemplo, utilizar elementos químicos para aliviar os sintomas de uma gripe.

Já o biomédico, por sua vez, atua de acordo com a biologia (como o próprio nome indica!). Esse profissional, portanto, é capaz de testar a reação entre diferentes agentes biológicos para, a partir dessa pesquisa, desenvolver uma nova vacina contra a gripe ou aprimorar alguma já existente.

Gostou de conhecer melhor o que é biomedicina e quais são os caminhos que você pode trilhar dentro dela? Quer mais informações antes de decidir se essa é a carreira ideal para você? Então, aproveite para conferir também nosso post Perfil x Profissão: saiba com quais carreiras você combina!

Assine para receber atualizações no email!

Manual do aluno Unis-optimized
blog-unis-2019-2

    Posts por Tópico

    Veja Todos!

    Posts Recentes