A importância da Internet das Coisas na área da Ciência da Computação

    Introdução

    A área da Ciência da Computação forma profissionais capacitados para trabalharem na elaboração de programas de informática, para computadores ou dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

    O cientista da computação analisa as necessidades dos usuários, desenvolve softwares e aplicativos, além de gerenciar equipes de criação e instalar sistemas de computação. Cabe ao profissional formado desenvolver ferramentas de informática, trabalhando com softwares mais básicos usados para controle de estoques, até os mais complexos sistemas de processamento de informações.

    Atuando no desenvolvimento de softwares e aplicações informáticas, o profissional da Ciência da Computação deve estar atento às mudanças e revoluções tecnológicas que impactam diretamente nos seus estudos e nas suas atuações profissionais. Hoje falaremos sobre a mais recente das revoluções na área tecnológica, a Internet das Coisas (IoT).

    O que é a Internet das Coisas?

    Esse termo se refere a uma revolução tecnológica que tem como objetivo conectar os itens usados no dia a dia à internet. Cada vez mais surgem eletrodomésticos, meios de transporte e até roupas e móveis conectados à internet e a outros dispositivos, como computadores e smartphones.

    A ideia é integrar, cada vez mais, o mundo físico e o digital, se tornando um só, através de dispositivos que se comuniquem com os outros. Aparelhos vestíveis (wearables), como os smartwatches, tornam a mobilidade mais presente e a realidade de objetos conectados à internet cada vez mais próxima.

    Desde 1991 é discutida a ideia de conectar objetos, a partir da popularização da internet como conhecemos hoje. De acordo com especialistas, a limitação de tempo e da rotina fará com que as pessoas se conectem à internet de outras maneiras. Assim, será possível acumular dados do movimento de nossos corpos com uma precisão muito maior do que as informações de hoje, sendo possível economizar recursos naturais e energéticos, tornando essa revolução maior do que o próprio desenvolvimento do mundo online que conhecemos hoje.

    Aplicações reais da Internet das Coisas

    São muitas as aplicações que estão sendo desenvolvidas por empresas para serem utilizadas no cotidiano envolvendo o uso da internet das coisas. A Ford e a Intel estão projetando uma tecnologia (Mobii) que reinventa o interior dos automóveis, através de uma câmera que faz o reconhecimento facial do motorista, e oferece informações sobre seu cotidiano, recomenda músicas e recebe orientações para acionar o GPS.

    Outro exemplo envolve uma parceria da fabricante de elevadores Thyssenkrupp com a Microsoft. As empresa desenvolveram um sistema para monitorar os elevadores através de call centers e técnicos. O software funciona em grandes redes de computadores de mesa e portais, além de rodar em um app para tablets com Windows. O programa presta assistência em tempo real e evita acidentes com manutenções preventivas nos elevadores.

    Oportunidades além da nossa imaginação

    A verdade é que a Internet das Coisas possibilita inúmeras oportunidades e conexões, muitas delas que não conseguimos imaginar ou entender completamente seu impacto nos dias de hoje.

    Os wearables, como relógios inteligentes, acessórios com sensores, e fones de ouvido para monitoramento de exercício, estão apenas recentemente sendo amplamente usados pelas pessoas. Porém, há várias outras possibilidades que nem consideramos, como peças de aeronaves ou estruturas de plataformas de extração de petróleo e gás que podem ser conectadas à internet para prevenção de acidentes e detecção de problemas em tempo real.

    Se um objeto é um eletrônico, ele tem potencial para ser integrado à Internet das Coisas. Um outro grande exemplo são as chamadas Smart Cities, através delas é possível desenvolver sistemas de transporte, de controle de resíduos, de energia, e até de execução das leis que sejam movidos a dados para torná-los mais eficientes e melhorar a qualidade de vida nas cidades.

    Caminhões de lixo podem ser alertados sobre a localização do lixo que precisa ser coletado; sensores nos carros vão nos direcionar para onde há vagas disponíveis que podemos parar; ônibus podem atualizar sua localização em tempo real, e assim por diante.

    Uma nova realidade

    A Internet das Coisas é um dos exemplos das coisas gigantes que passamos a ver, entender, e usar a nosso favor com o avanço tecnológico. Essa revolução veio mudar nossa realidade. Agora tudo à nossa volta tem inteligência e está interconectado.

    Através da IoT a sociedade vai se tornar mais eficiente, aumentando a produtividade, melhorando a qualidade de vida das pessoas e do nosso planeta em si, gerando novas ideias, novas atividades e fomentando ainda mais a inovação.

    Para se adequar a essa nova realidade é importante que o cientista da computação, por exemplo, que atuará diretamente com as ferramentas e conceitos criados a partir da Internet das Coisas, desenvolva conhecimentos e práticas voltadas à essa revolução.

    Para isso, é importante que o profissional formado em Ciência da Computação tenha em seu currículo uma Instituição de Ensino Superior referência em inovação, e disposta a apresentar ao profissional os conhecimentos necessários para se destacar na nova economia.

    Esperamos que o conteúdo do texto de hoje tenha sido informativo e relevante para todos os estudantes e profissionais da área da tecnologia.

    Até a próxima!

    Nível de ensino

    Posts Recentes

    Posts por Tópico

    Veja Todos!
    Post1080x1080
    blog-unis-2019-2

    Assine para receber atualizações no email!

    Manual do aluno Unis-optimized