Introdução

Que a tecnologia tem avançado na velocidade da luz, todo mundo sabe, mas até que ponto ela está influenciando na sua vida? Já parou para pensar em como tudo hoje em dia é conectável e pode ficar interligado de alguma forma?

Hoje com um toque no bluetooth você consegue conectar seu smartphone a um relógio, atender ligações por ele, ler mensagens, ver compromissos, captar quantos passos você tem dado por dia, acompanhar seu ritmo cardíaco e uma infinidade de coisas mais.

E se você tem interesse em entender mais sobre isso e até em trabalhar com o IoT (Internet of Things) num futuro próximo, “vem cá” que a gente vai te deixar por dentro desse assunto bacaníssimo!

O que é a IoT ou Internet das Coisas?

Até há pouco tempo atrás a gente usava a internet com o fim de realizar buscas, enviar e-mails e nutrir círculos de amizade em redes sociais. Com toda essa tecnologia fazendo cada vez mais parte do nosso dia-a-dia, usá-la para facilitar ainda mais a nossa vida se tornou cada vez mais óbvio e desse pensamento surgiu o IoT ou Internet das Coisas!

Beleza, a gente já entendeu que o IoT conecta coisas pela internet, mas como? Então vamos lá: o intuito dessa tecnologia é conectar não só aparelhos celulares e computadores, mas uma grande variedade de dispositivos como máquinas industriais, dispositivos domésticos e até carros, associado a outras tecnologias como a nuvem, o Big Data e o Business Intelligence, responsáveis pela captação, armazenamento e organização de informações.

Quer um exemplo para ficar mais fácil de entender? Lá vai: pense em uma pessoa que curte se exercitar e utiliza um relógio inteligente que sabe quando ele gosta de correr. Com esse perfil traçado, ao finalizar a atividade física, conectado também a central inteligente de sua casa, o relógio envia um sinal ao termostato avisando que ele está chegando de uma longa corrida e que será mais agradável abaixar a temperatura um pouco.

Atitude simples, sim, mas que facilita a sua vida e economiza tempo! Outro exemplo é uma geladeira inteligente, que consegue realizar uma leitura diária e enviar no final do dia um RX para o seu dispositivo móvel avisando que está faltando leite ou alguma “misturinha” para fazer um jantar gostoso!

Viu só como o conceito é simples e pode te ajudar a aproveitar seu dia com cada vez menos preocupação? E não para por aí, hoje ela é usada em diversos locais, confira aqui embaixo uma listinha de como ela tem facilitado o cotidiano de algumas pessoas e profissões!

Marketing e Publicidade

Já passou pela experiência de comentar que estava precisando se exercitar um pouco mais e do nada aparecer um anúncio de app oferecendo exatamente isso nas suas redes? Bom meu caro amigo, essa é a internet das coisas agindo na sua vida!

Essa tecnologia facilita a coleta de informações dentro da sua casa, no seu carro, fazendo a leitura do seu corpo durante atividades físicas e captando toda a informação que pode ser útil para gerar venda e nortear campanhas de marketing.  

Monitoramento da Natureza

Essa prática é bem comum de ser mostrada em programas voltados para o mundo animal. Sabe quando o biólogo captura aquela espécie em extinção e insere um chip subcutâneo para monitorar aquele bichinho? Lá está a IoT, que por esse mesmo princípio também está presente nas tecnologias de fiscalização de água e vegetação.

Gerenciamento de Cidades

Uma situação que se enquadra nessa parte mas ainda não pode ser aplicada é um sistema inteligente de sinais de trânsito que se adaptam a demanda sem o auxílio de pessoas. Cada sinal assiste a sua rua e, dentro do sistema, trabalha para que o fluxo de veículos flua de maneira eficiente.

Outro local em que a internet das coisas tem sido usada é nos carros, os do Google e da Tesla Motors em especial, que utilizam GPS e um preciso sistema de câmeras para levar o motorista onde ele quiser, sem precisar dirigir.

Saúde

Assim como os dispositivos que conseguem acompanhar atividades físicas, aparelhos que fazem leitura de pressão sanguínea e monitoramento cardíacos, podem estar conectados a hospitais ou empresas de plano de saúde.

Dessa forma, o acompanhamento passa a ser feito também pelo próprio sistema e se necessário pode avisar ao hospital sobre a condição do paciente.

Automação residencial

Esse sistema se enquadra em um dos exemplos que demos anteriormente e proporciona uma conversa entre seus eletrodomésticos. Assim sua própria casa te ajuda a se lembrar das compras e a melhorar sua qualidade de vida com atitudes simples, como adequar a temperatura do ambiente ou deixar uma água quentinha na banheira esperando você quando chegar do trabalho. Enfim, só sucesso!

Além desses exemplos globais, temos também inovações que estão sendo desenvolvidas aqui no Brasil e você pode conferir neste vídeo!

Em que curso posso aprender mais sobre essa área?

Boa pergunta pequeno gafanhoto! Para poder aprender com mais profundidade e começar a criar projetos envolvendo a Internet das Coisas é necessário se formar em alguma graduação da área da informática, como Ciência da Computação e Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Mas calma lá, antes de sair por aí fazendo matrícula em qualquer lugar, é importante que você avalie algumas coisas, afinal, cada detalhe conta! Neste caso, em primeiro lugar analise a grade curricular do curso e se certifique de que essa matéria está inserida.

Dessa forma você não corre o risco de fazer 4 anos de um curso esperando por ela e se formar sem ter a base necessária. Achou uma faculdade que oferece Internet das Coisas na grade do curso? Show de bola! Agora parta para as pesquisas.

Observe notas do curso no Enade, descubra se o curso é autorizado pelo MEC, fale com alunos e ex-alunos sobre a experiência deles e pesquise sobre os professores. Essas ações te farão iniciar o curso com mais confiança.

Depois dessa pequena busca, também pode ser uma boa jogada ir até o prédio físico da faculdade observar a estrutura em geral, laboratórios, se as salas são bem equipadas, entender se lá você terá a oportunidade de participar de concursos, ter apoio da universidade em startups estudantis, congressos internacionais e benefícios que te auxiliem nessa jornada.

Se boa parte desses requisitos estiver preenchida (de preferência todos, rsrs), pode deitar com a cabeça bem tranquila no travesseiro, você escolheu um bom lugar pra estudar e com certeza vai ter muitas oportunidades de buscar o seu sucesso pessoal e profissional!

Um mundo conectado te espera!

Pensar em todos os avanços que tem acontecido no mundo, por vezes faz com que os filmes futuristas não pareçam estar tão lá no futuro assim, não é? Saber sobre tudo isso, faz com que nos sintamos mais seguros, esperançosos e animados por termos cada vez mais estrutura para ajudar as pessoas, e a passar com menos dificuldade por situações complicadas do dia a dia!

Se você se sente inclinado em buscar sempre pelo novo, gosta de enxergar as coisas de um ângulo diferente e acha que nasceu para estar por trás dos computadores buscando inovação e desenvolvendo-a, vá fundo num curso de Ciência da Computação ou Análise e Desenvolvimento de Sistemas, com certeza você será muito feliz e realizado!

Um mundo cheio de tecnologia te aguarda e esperamos que esse material tenha te ajudado a encontrar uma direção para a sua vida e carreira profissional. Se ficou alguma dúvida ou se quiser sugerir algum assunto que acabou não encontrando no nosso blog, fique a vontade em nos contactar pelo box de comentários, beleza?

Então até a próxima!