Introdução

Você que é comunicador social, trabalha com design ou é social media, sabe o quanto cada segundo conta na hora de entregar um job finalizado e atender os prazos que o cliente precisa, não é?

Com as mudanças quase frequentes que redes sociais como Facebook e Instagram tem sofrido ultimamente então, fica ainda mais difícil de acompanhar e garantir que o planejamento que foi feito seja concluído com sucesso.

Pensando em tudo isso, hoje viemos falar sobre uma ferramenta que de início parece ser desnecessária para o seu dia-a-dia no trabalho, mas que depois de começar a usar, você não vai mais conseguir parar pela agilidade e praticidade que elas oferecem.

Para saber mais sobre templates do Facebook e de outras mídias sociais, é só continuar lendo!

O que é um template e outros termos publicitários?

Quando falamos em template para pessoas que estão iniciando seus estudos na área de publicidade, decidindo se realmente querem fazer esse curso ou começando a trabalhar numa agência ou setor de marketing, se ouve muita palavra nova, na maioria das vezes em inglês, e que deixam o aluno de cabelo em pé pensando que são coisas de outro mundo.

Se você está passando ou já passou por essa fase nebulosa, entende esse sentimento, mas se ainda não chegou nesse desafio da graduação em comunicação social em publicidade e propaganda, pode ficar sossegado, vamos colocar aqui embaixo alguns dos termos mais utilizados e seus significados de forma bem simples, para que você chegue dominando essa magia! 😉

Benchmarking

Essa palavra traduzida do inglês significa “avaliação corporativa”. Se começarmos a analisar por aí, já dá pra entender mais ou menos o que é. Mas de forma bem simples, quando alguém diz que vai utilizar uma estratégia de benchmarking, significa que vai planejar uma campanha baseada nos pontos negativos e positivos de seus concorrentes, de forma que a empresa consiga se sobressair sobre todos eles, entendeu?

Brainstorm

Quando é proposto iniciar um brainstorm, na verdade estamos informando que iremos colocar a criatividade para funcionar e pensar em quantas ideias forem possíveis para realizar um job. Nesse momento nenhuma delas deve ser descartada, mesmo as que você achar que são bobas. Muitas vezes são essas que acabam se tornando virais e dando muito certo na divulgação da empresa ou do produto.

Briefing

Traduzida do Inglês, essa palavra significa “instruções”, e a ação é exatamente isso. Quando alguém pede um briefing, ele vai fazer um “resumo bem resumido” do empreendimento para o qual irá trabalhar ou das necessidades básicas de um job solicitado.

No caso de uma empresa, esse roteiro ou questionário terá informações sobre histórico da mesma, tipo de produto ou serviço oferecido, público-alvo, estratégias já utilizadas por ela, posicionamento de mercado e metas desejadas.

Se o job for relacionado a criação, o briefing vai conter informações como data em que o material deve estar finalizado, informações que devem constar como datas, valores, endereços, telefones, regras, enfim, tudo o que será necessário aparecer na arte finalizada.

Decisão de Compra

Esse termo é utilizado para denominar o estágio em que um consumidor decide efetuar a compra do produto/serviço na empresa.

E-commerce

É o nome dado ao conjunto de técnicas, conceitos e sistemas que utilizam a internet como canal de vendas. Em suma, são as lojas online.

Endomarketing

São ações desenvolvidas para o público interno de uma empresa, que são os colaboradores. Normalmente elas estão ligadas a parte motivacional e comunicacional entre funcionário e empresa.

ERP ou Enterprise Resource Planning

Quando ouvir essa sigla, que normalmente é mais utilizada que o nome completo, não precisa se descabelar. O ERP nada mais é que o sistema de gestão de uma empresa, acessado via computador, com um login e senha para cada usuário

Esse sistema é responsável por garantir a organização dos processos e solicitações de cada departamento, garantindo que se saiba qual é a solicitação de forma completa, quem é o solicitante e haja integração entre setores para atingir os objetivos e necessidades gerais da corporação.

Front-end

Se você procurar por uma tradução, essa palavra significa “a parte dianteira”, ou seja, o front-end é a comissão de frente para a realização de uma venda. Utiliza-se essa palavra para  definir quais serão os meios utilizados a fim de atingir o público-alvo nas campanhas.

Gimmick

Esse é o termo chique para chamar o personagem criado para uma marca ou empresa, popularmente conhecido como mascote.

Heavy-user

No inglês, a tradução fica como “usuário pesado/forte”, ou seja, quando falamos em heavy-user, estamos nos referindo àqueles consumidores assíduos ou reincidentes de um produto/serviço.

Job

Em inglês, job significa trabalho, e realmente é isso. Utiliza-se o termo job para denominar um trabalho designado ao setor de marketing ou na agência de publicidade. Cada solicitação é um job. Criar uma arte, um texto publicitário, desenvolver uma campanha ou uma marca são jobs.

Lead

Essa palavra é mais utilizada no meio do Inbound e do Content Marketing. Quando ouvir falar sobre algum lead, significa que alguém que estava vagando na internet clicou no formulário do curso que você está oferecendo e preencheu no mínimo o nome e o email dele, demonstrando interesse em saber mais sobre o assunto ou mesmo fechar uma compra.

A partir do momento em que você tem esse conjunto de informações (nome, e-mail e demonstração de interesse), essa pessoa vagante, que você nem sabia que existia, passa a ser um lead, ou seja, um potencial cliente.

Mailing

Como você provavelmente deve ter desconfiado, mas ainda assim poderia ter dúvida, o mailing é a lista com no mínimo nome e alguma outra informação de contato dos clientes, leads ou qualquer outra categoria que uma empresa possui.

Nele podem conter informações como telefone, e-mail, endereço e o que mais for importante para manter no banco de dados da empresa.

Uma dica importante para um mailing com foco em e-mails, para que seja bom e eficiente, precisa estar limpo de erros de digitação e e-mails desativados ou errados. Caso isso não esteja ok, a probabilidade de você não atingir o público da sua lista e cair direto na pastinha de spam, será alta.

Mockup

Sabe aquela caneca super diferenciada que você estava dando uma olhada para comprar pela internet? A imagem dela, sem o desenho “bacanudo”, em cima de uma mesinha, com café dentro é um mockup.

Ou seja, o mockup é um modelinho pronto de produtos já ambientalizados, onde você adiciona a sua logo ou design personalizado, e passa a ter a possibilidade de apresentar de forma mais realista o resultado final do seu trabalho de criação.

Isso é importante porque ao visualizar a imagem chapada no computador, um cliente que não possui o olhar experiente que você tem, pode ter dificuldade em imaginar como o produto vai ficar quando estiver prontinho! 😉

Newsletter

Você com certeza já recebeu um e-mail contendo um compilado de produtos e um preço especial de uma determinada loja, não é mesmo? Isso é uma news ou newsletter, um conjuntinho de materiais, oferecidos de forma personalizada para o tipo de consumo que o cliente tem ou mesmo informando os lançamentos que a empresa oferece.

Pop-up

Você acabou de abrir um site e do nada surgiu uma “tela sobre a sua tela” perguntando se você quer deixar o seu e-mail para receber de forma exclusiva e periódica informações sobre o produto/serviço que a empresa oferece.

Pois é, esse é o poder do pop-up agindo na vida das pessoas! Mas ele não é usado só dessa forma não, tá? Ele pode te levar a uma oferta, direcionar para novidades, enfim, o que a imaginação mandar e for uma solução que dê resultado para a empresa.

Prospect

Se ouvir que alguém na empresa foi fazer um prospect, quer dizer que ele foi em busca de novos potenciais clientes, realizar cadastro deles para que possa oferecer os produtos que eles procuram ou demonstraram interesse em algum momento numa conversa, ou num site, numa rede social…

Target

Target é uma forma mais chique de se referir ao público-alvo de uma empresa.

Teaser

Esse é o termo utilizado para nominar aquela ação de marketing que gera curiosidade. Ela cria expectativa sobre o lançamento, sem dizer o que vai ser lançado, normalmente vem acompanhado de frases como “fique ligado e não perca o lançamento” ou “cadastre-se para saber em primeira mão sobre o lançamento desse produto inovador”… deu pra entender?

Template

Essa é a palavra utilizada para dar nome a um modelo pré-definido de alguma coisa. Por exemplo, um template de capa para Facebook será um arquivo editável, na maioria das vezes em Photoshop, Corel ou Illustrator, já com o tamanho recomendado de uso, para que você não precise perder tempo pesquisando dimensões.

Bom, depois de ter acesso a esse minidicionário do publicitário ou marketeiro, ficou mais fácil de viver nesse mundo louco, não é? E para entender um pouco mais sobre essa saga do comunicador, aqui embaixo vamos explicar como um template pode ser o “salvador da sua lavoura” no trabalho.

Como o template pode ajudar no meu dia a dia?

No cotidiano das redes sociais principalmente, acontecem mudanças com muita frequência. No meio disso tudo, fica o publicitário/designer perdido, feito cego em tiroteio sempre em busca de confirmar as dimensões para produzir alguma arte.

Para reduzir o tempo de produção dessas imagens, toda ajuda é bem-vinda, e para isso o template é perfeito. Com ele, você já terá armazenado todos os tamanhos e localização recomendada para determinadas partes do layout. Dessa forma, você evita preocupação com itens básicos, e volta a sua atenção completamente para desenvolver a criação da arte em si.

Uma dica para conseguir inspiração na hora de criar uma arte, é sempre visitar o Behance, DeviantArt e o Pinterest para conferir o que está rolando atualmente nas produções publicitárias.

O tempo e o foco são peças fundamentais!

Nós batemos bastante na tecla de fazer o seu tempo render, mas para que isso aconteça não podemos deixar de lado o foco.

Quando fazemos uma mesma tarefa repetidas vezes, durante todo o dia, realmente fica bem difícil de manter a atenção total, como acontece quando iniciamos as atividades diárias.

A dica é tentar sempre dar o intervalo de uns 10 minutinhos entre um job e outro. Isso irá ajudar você a se desligar um pouco da atividade e libertar a mente para outros assuntos, permitindo que se olhe de um ângulo diferente e a criatividade vá se restabelecendo.

Não importa o que você vá fazer, beba uma água, um café, ouça uma música se for possível, e nesses 10 minutos, fale de outras coisas, desconecte-se do que estava fazendo. Isso vale para quem precisa de dicas para manter o foco nos estudos da faculdade ou mesmo no trabalho.

No quesito tempo, aqui você consegue alguns templates de Facebook, Instagram, Linkedin, Twitter, Whatsapp e Youtube, para que você personalize da melhor forma os elementos que sempre estarão presentes nas suas artes e depois somente atualize os backgrounds e textos.

Para ter acesso é só clicar aqui.

Esperamos que esse material tenha te ajudado. Se ficou alguma dúvida ou queira fazer uma sugestão, não esqueça de utilizar o campo de comentários!

Até a próxima!