A fase da escolha da profissão pode ser bem estressante para qualquer jovem, não é mesmo? Afinal, surge aí toda aquela pressão de se tornar um adulto e assumir mais responsabilidades, começando pela opção por uma carreira para a qual deverá dedicar muitos e muitos anos da vida. Que tal uma ajudinha? Neste post, vamos falar sobre uma carreira que vem crescendo bastante no Brasil: a Engenharia de Produção. Acha que esse pode ser um caminho para você?

Já podemos adiantar que o curso de Engenharia de Produção une o melhor de 2 mundos: conhecimentos de cálculos, máquinas e processos, tradicionais para o universo da Engenharia, com habilidades de gestão, orçamento e planejamento, mais comuns para o curso de Administração ou aos voltados às finanças. Quer saber mais sobre essa carreira tão dinâmica e flexível? Basta continuar lendo!

O profissional

Um engenheiro precisa ter bom raciocínio lógico e capacidade de transformar simples ideias em projetos reais. Está preocupado porque não é nenhum gênio das exatas? Então saiba desde já que esse definitivamente não é requisito para mandar bem! Em geral, o engenheiro é curioso e adora uma novidade, por isso está sempre tentando aprender algo novo.

Na prática, o engenheiro de produção precisa mesclar as características clássicas da Engenharia com o interesse pelas áreas humanas e sociais. A aptidão para o trabalho em grupo também é fator-chave para esse profissional, já que ele costuma trabalhar em equipes multidisciplinares.

O Engenheiro de Produção é qualificado para gerenciar recursos e aprimorar a produtividade de uma empresa. Esse profissional detém conhecimentos voltados à engenharia, claro, mas também aprende sobre administração e economia, podendo por isso atuar em diversos setores dentro das empresas.

O curso

O curso de Engenharia de Produção tem duração de 10 semestres — 5 anos. Para a integralização do curso, é obrigatório a realização de estágio e a produção de uma monografia final. Terminando o curso, o formando recebe o título de bacharel em Engenharia e pode se filiar ao CREA.

A grade curricular de Engenharia de Produção é ampla e diversificada, incluindo matérias regulares de Engenharia até assuntos específicos da área de produção e manufatura, como logística, planejamento e controle da produção, gestão de projetos, controle de estoques e custos industriais.

O curso aborda ainda uma visão geral dos principais tópicos das demais Engenharias, como resistência dos materiais, mecânica dos fluidos e instalações elétricas. Entendeu agora por que esse profissional é cada vez mais requisitado no mercado de trabalho? A graduação em Engenharia de Produção é tão abrangente que possibilita ao engenheiro trabalhar em praticamente todos os tipos de indústrias e setores!

As instituições

Como a Engenharia de Produção está cada vez mais popular, é possível encontrar o curso na maioria das faculdades que já oferecem outras engenharias. Isso sem falar que o curso também já está disponível na modalidade a distância, que inclusive deve crescer muito nos próximos anos. Para aqueles que precisam conciliar estudos e trabalho, os cursos noturnos são uma ótima saída.

A carreira

Até aqui você já viu que existem muitas opções de carreira para o formado em Engenharia de Produção, certo? Mas por mais que, na prática, a principal área de atuação ainda seja na indústria, engana-se quem pensa que esse é o único setor recrutando tais profissionais.

Apesar da recente redução de atividades em diversas áreas, o mercado de trabalho brasileiro ainda recebe de braços abertos muitos engenheiros. A maioria das vagas ainda se concentra nas regiões Sul e Sudeste, onde existe um mercado mais desenvolvido, com amplos parques industriais e comerciais. No entanto, a instalação de novos empreendimentos em estados do Norte e do Nordeste tem aumentado a demanda por profissionais também nessas regiões.

Todos os setores da indústria apresentam oportunidades para o engenheiro de produção, que pode atuar tanto no chão de fábrica quanto nos escritórios, cuidando da gestão e do planejamento. O curso também prepara aqueles que desejam empreender e abrir o próprio negócio, ou ainda, os que querem atuar no setor de serviços.

Nos últimos anos, a procura por engenheiros de produção tem aumentado bastante em departamentos menos comuns para a área, como comércio, bancos, instituições financeiras e corretoras. Resumindo: o campo de atuação é vasto, com as aptidões e os desejos pessoais do graduado determinando o tipo de negócio em que ele vai trabalhar.

Tipicamente, esses engenheiros atuam no planejamento, no controle e na otimização da produção. Um engenheiro de produção é capaz, por exemplo, de determinar quantas pessoas, máquinas e horas são necessárias para produzir uma quantidade X de determinado produto. Outras áreas comuns para os engenheiros de produção são a logística, o controle de qualidade e a engenharia de processos. Algumas carreiras possíveis são:

  • Analista de logística;

  • Engenheiro de processos;

  • Gerente de qualidade;

  • Líder de produção;

  • Analista de investimentos;

  • Engenheiro de orçamentos;

  • Consultor de finanças.

A preferência pela área de atuação dependerá muito da personalidade e das habilidades do estudante. Para facilitar a escolha, o ideal é tentar fazer estágios o quanto antes, a fim de experimentar todas as possibilidades e tomar uma decisão acertada.

A remuneração do engenheiro de produção varia de acordo com a experiência do profissional, bem como com a região do país e o campo de atuação. Existe uma grande demanda em estados como Minas Gerais e São Paulo, onde a atividade industrial é forte. O piso salarial para engenheiros estipulado pelo CREA é de cerca de 7 mil reais. Um profissional sênior, com mais de 15 anos de experiência, pode chegar a receber até 35 mil.

A escolha

Dentre as diversas vantagens desse curso podemos destacar a flexibilidade para atuar em várias áreas, a alta empregabilidade, os bons salários e a possibilidade de adquirir conhecimentos em campos distintos. Animado para lidar tanto com dados e máquinas quanto com pessoas? Se sim, a Engenharia de Produção realmente pode ser uma ótima pedida. Prepare-se para uma rotina de trabalho dinâmica e ativa!

Independentemente se você deseja empreender ou construir carreira em uma grande multinacional, a Engenharia de Produção pode oferecer aquela tão sonhada chance de alcançar sucesso pessoal e profissional. Aproveite para ler também sobre como um curso de graduação vai expandir seu futuro!

 

cta-conheca-o-curo-de-engenharia-de-producao-unis2