Com certeza, você já assistiu a um comercial na TV e viu um anúncio publicitário em uma revista, jornal ou outdoor. Não é mesmo? Mas, já parou para pensar sobre quem são os responsáveis por tudo isso? Ou, então, já se perguntou sobre como é a formação dos profissionais de publicidade e propaganda? Para responder a essas e a outras questões, vamos mostrar 7 curiosidades sobre a carreira de publicidade e propaganda.

A carreira de publicidade e propaganda exige profissionais formados em curso superior, que geralmente dura 4 anos. A grade curricular do curso varia conforme a ênfase dada pela faculdade, geralmente fazendo parte do currículo disciplinas nas áreas de antropologia, sociologia, comunicação, psicologia, legislação e ética, língua portuguesa, fotografia e vídeo, marketing, pesquisa de mercado e gestão.

O publicitário é responsável por criar estratégias de comunicação de uma empresa, marca ou pessoa com a finalidade desenvolver, manter ou fortalecer a sua imagem, assim como veicular seus produtos, projetos e ideias. Por isso, deve ter um perfil criativo e engenhoso, além de ser capaz de articular estratégias de persuasão e de venda às demandas de mercado.

O profissional formado no curso de publicidade e propaganda pode desenvolver sua carreira em agências de publicidade, companhias prestadoras de serviços, organizações não governamentais e empresas privadas. Têm possibilidade ainda de prestar consultoria em variadas áreas, entre elas a política, e de atuar no serviço público, por meio do ingresso por meio de concursos em diferentes instituições.

A área de publicidade e propaganda é bastante ampla e diversificada, tendo se expandido e se modificado bastante com as novas tecnologias e tendências mercadológicas. Saiba mais sobre a carreira de publicidade e propaganda conhecendo 7 curiosidades sobre ela!

1. Publicidade e propaganda: uma carreira para pessoas curiosas

A primeira curiosidade sobre a carreira de publicidade e propaganda é a necessidade de que os seus profissionais sejam curiosos. O publicitário deve ler muitas revistas, jornais, blogs, saber sobre o que se fala nas novelas e programas de TV, e estar por dentro das notícias. Esse profissional tem que se interessar por conhecer, saber e ter fontes, já que é essa a postura que faz com que ele nunca deixe de ter ideias para criar.

2. Publicidade e propaganda: uma carreira para profissionais criativos

A criatividade é uma habilidade fundamental do publicitário em todas as etapas do seu trabalho, compreendendo o atendimento e o planejamento, a arte gráfica, a execução e a edição de um conteúdo etc.. Mesmo que o cliente imponha determinados contornos ao serviço publicitário a ser prestado, o publicitário sempre vai criar, o que estimula a inteligência e a imaginação, proporcionando uma ambiente de trabalho descontraído.

3. Publicidade e propaganda: uma carreira nem tão fácil assim, mas divertida e promissora

Costuma ser corrente a ideia de que a carreira de publicidade e propaganda é fácil, divertida e rentável sem muito esforço. Isso não é verdade, já que a carga de trabalho e o nível de pressão são grandes. Além disso, essa carreira impõe desafios, como a manipulação de diferentes mídias, exigida pelo marketing digital. Contudo, é uma área que dá liberdade para a criação de ideias e inovação, além de estar em crescimento.

4. Publicidade e propaganda: uma faculdade que é uma mina de amigos

A criação publicitária nunca é individual. Portanto, tanto durante as atividades práticas realizadas durante a graduação, quanto nas atividades desenvolvidas durante a carreira, o publicitário estará apto a fazer amizades. E o clima descontraído desse tipo de trabalho ajuda nesse encontro de amigos. Como as atividades serão feitas em equipe, o profissional deve saber ouvir, cooperar e ser flexível.

5. Publicidade e propaganda: uma faculdade que não é feita só de festa

Outra ideia comum, e também equivocada, sobre o curso de publicidade e propaganda é que ele é menos exigente que os demais, o que leva muitos alunos a se atrapalharem com os estudos, avaliações e notas durante a faculdade. A carreira de publicidade e propaganda exige conhecimentos teóricos e práticos complexos, demandando uma boa formação do aluno durante a sua graduação.

Além disso, entre as próprias exigências do curso, está o estágio, momento fundamental e indispensável ao aluno para que tenha contato efetivo com a atividade profissional e conheça oportunidades do mercado de trabalho. Realizar um estágio satisfatoriamente tem a vantagem dupla de propiciar uma vivência prática real ao estudante e abrir portas de emprego para o período posterior a sua formatura.

6. Publicidade e propaganda: a importância de saber sobre as estratégias online e offline

As estratégias de marketing, fundamentais para o trabalho do publicitário, são comumente divididas em online, que usam a internet, e offline, as mais tradicionais, que não utilizam a rede. Em um mundo cada vez mais digital, as estratégias online estão em constante expansão. Embora haja essa divisão entre as estratégias, um tipo influencia no outro, sendo, muitas vezes, complementares.

7. Publicidade e propaganda: os desafios do marketing digital

Da mesma forma que a atuação do publicitário não se limita às agências de publicidade, as ferramentas do publicitário não se reduzem aos meios tradicionais, tendo se expandido. Com as modificações trazidas pelo o uso da internet, o tipo de relação entre o potencial consumidor e o produto ou marca a ser divulgado mudou, de forma que o marketing digital se tornou uma estratégia indispensável para o publicitário.

Considerando as constantes e rápidas transformações tecnológicas, a formação e o trabalho do profissional da área de publicidade e propaganda devem estar articulados com as ferramentas e técnicas de marketing digital. Entre as perspectivas e novos cenários da publicidade, o marketing digital ocupa posição privilegiada.

E, então, se interessou pela área de publicidade e propaganda? Se sim, precisará decidir pelo local onde cursar. Existem muitas faculdades que oferecem o curso, sendo que a primeira escolha a ser feita é sobre o tipo de instituição em que cursará a graduação: se em uma universidade pública ou em uma universidade privada.

Caso opte pela primeira alternativa, deverá considerar algumas questões, por exemplo, a maior concorrência para ingressar no curso, a potencial necessidade de se mudar de cidade e a realização de frequentes greves, o que costuma atrasar a formação do aluno. Se escolher uma faculdade particular, por outro lado, deve se planejar financeiramente, podendo, para isso, buscar financiamentos estudantis.

E então, gostou de conhecer as curiosidades sobre a carreira de publicidade e propaganda? Que tal saber mais para escolher o seu futuro profissional? Veja as 7 dicas importantes para ficar atento ao escolher a profissão!